As baterias de antigamente, feitas de níquel, possuíam um "efeito memória" que levava à perda de eficiência quando carregadas antes de a carga chegar ao fim. As baterias de íons de lítio, utilizadas na maior parte dos dispositivos atuais, se livraram da limitação, mas não duram para sempre. Por isso, veja o que você pode fazer para aumentar a duração da energia do seu dispositivo, com dicas elaboradas pelo site LifeHacker.


1) Não deixe a bateria chegar ao 0% com frequência

Fazer com que isso ocorra vez ou outra não vai estragá-la, mas é indicado que você não deixe a bateria acabar completamente, pois isso diminui sua vida útil. Carregue o celular sempre que chegar aos 50% ou 40% e considere valores abaixo desses como um "extra", para serem usados esporadicamente.

2) Não as carregue até o fim

As baterias de íons de lítio têm seu melhor desempenho quando funcionando entre 40% e 80% de sua capacidade, portanto, quando souber que estará em um lugar onde é possível encontrar uma tomada, remova o carregador de seu telefone quando a carga chegar perto dos 85%.

3) Não a deixe carregando desnecessariamente

Passar a noite carregando o celular é um hábito comum, embora não seja nada saudável. Caso a bateria consiga manter o dispositivo ligado até o dia seguinte, ou você possa removar o carregador antes de dormir, faça isso. Deixar o smartphone na tomada durante oito horas, sendo que em apenas duas ele chega à carga máxima, não é aconselhável.

4) Descarregue-a até o fim uma vez por mês

Caso sua bateria nunca chegue ao fim, ela jamais conseguirá medir quanto tempo falta para acabar, o que pode te deixar com um smartphone dizendo que aguenta mais duas horas, mas fica ligado durante cinco, ou um tablet que desliga muito antes do que deveria. Ao deixar a bateria se esgotar completamente, o celular voltará a se calibrar, e dará uma estimativa mais próxima do real.

No final das contas, estes são apenas bons hábitos. Não interessa o que você faça, em alguns anos, as baterias estarão praticamente inúteis. Essas dicas apenas fazem com que você demore mais para comprar uma nova bateria, ou envie o celular para que a assistência técnica a troque.


Fonte: Olhar Digital